images

 

Já estamos nas últimas semanas de férias, imagino o quanto as crianças já aproveitaram! Passeios, brincadeiras, jogos, cinema…

Será que ainda restam ideias para divertir a criançada?

Sempre falo sobre a importância de diminuir o contato das crianças com os eletrônicos (TV, video games, tablets, celulares, etc). Quando há exagero, a criança perde a oportunidade de desfrutar da natureza e se divertir com as brincadeiras que são tão importantes para o desenvolvimento infantil.

Entretanto, quando diminuímos os eletrônicos precisamos ofertar outras possibilidades para que os pequenos não fiquem entediados. E foi por isso que pensei em compartilhar algumas sugestões para este finalzinho de férias. Fazemos sempre aqui em casa e as crianças adoram! A ideia é resgatar as várias brincadeiras que estão em nossas memórias, da época em que fomos crianças.

Seguem duas sugestões de como tudo pode começar:

1- Recorte vários papéis e escreva em cada um deles o nome de uma brincadeira. Depois pegue as bexigas e coloque um papel em cada uma e encha de ar. A criança escolhe uma das bexigas e quando estourar, começa a brincar com a sugestão que aparecer!

2- Como não são todas as crianças que gostam de estourar bexigas, outra ideia é construir com os pequenos uma caixa que pode ser chamada de Caixa da Diversão, Caixa de Brincadeiras ou Caixa de Ideia. Enfim, podemos dar vários nomes! O importante aqui é construir esta caixa com a criança, decorar com pintura, enfeites, brilhos, imagens. Dentro dela coloque os papéis e faça o sorteio.

Estas duas alternativas são uma forma de fazer a criança se envolver com o processo e tornar o momento da brincadeira ainda mais especial.

E o que escrever nos papéis? Vamos relembrar a nossa infância!

Escrevendo este texto fiz este exercício, é fantástico! Olhem o que resgatei, pode servir de sugestões:

Corrida do saco

Pular corda

Brincadeiras de roda

Brincadeiras com bola (brincar de Alerta)

Passa anel

Detetive de papel

Elefante colorido

Fazer pinturas em uma tela

Corrida do Ovo

Amarelinha

Brincar de mímicas (adivinhar filmes ou músicas)

 

Poderia listar muitas outras brincadeiras, mas daria um texto só para isto!

As crianças gostam de conhecer as histórias de quando éramos pequenos, isso os preenche com uma sensação de pertencimento, contribui para a história do “eu” desta criança.

Além disso, estamos mais uma vez falando em construir doces lembranças na vida de nossos filhos, memórias que servirão de base para um adulto criativo e com autoestima positiva.

E o essencial! A vivência do momento PRESENTE rico em afeto e diversão. É também uma oportunidade para que nós, adultos, possamos reencontrar a nossa criança interior.

 

Boa diversão!