crianca-horta-1

Estamos na semana da Primavera, as sementes que plantamos e regamos com cuidado e afeto começam a brotar nesta estação. Refletindo um pouco sobre isso, achei interessante falar da importância de todos esses cuidados na vida dos pequenos que muitas vezes podem nos passar desapercebidos, mas que faz toda a diferença em toda a sua vida.

A criança que se sente amada, cuidada e valorizada, que recebe limites bem definidos, se torna mais forte para lidar com as dificuldades e frustrações. É como se cada vez que acolhemos nossos filhos num momento de tristeza, que ajudamos os pequenos a enfrentar determinada situação, cada vez que estamos do lado deles encorajando-os, estamos colocando uma pedra preciosa dentro de um baú de tesouro de cada um. Estamos criando uma espécie de capital emocional da criança, um lastro de carinho e proteção. Quando ela precisar, sabe que lá irá encontrar. Isso possibilita que a criança cresça fortalecida, vá aprendendo a cuidar e respeitar o que é dela e entender o que é do outro, desenvolve a empatia e a benevolência em relação ao outro. Se torna uma criança com autoconfiança e autoestima saudáveis.

         Ajudar nossos filhos nesse caminho é presenteá-los. Futuramente, eles terão mais ferramentas emocionais para lidar com os grandes desafios da vida.

Mas os reflexos já aparecem agora, ainda durante a infância, na forma como lidam com as perdas, nos relacionamentos com os amigos e colegas, nos medos, nas conquistas… Quando a criança sente que conquistou a coragem ao passar por uma determinada dificuldade, ela adquire uma força interior que a permite atuar no mundo de forma mais segura, além de confiar no mundo que está ao seu redor.

         Acredito que como pais, todos nós fazemos o possível para ajudar nossos filhos nesse caminho, mesmo assim aqui vão alguns lembretes.

  • Mesmo que seja um tempo curto, dedique-se por inteiro ao seu filho durante esse período. Olhe nos olhos, esteja, de fato, presente e conectado a ele, principalmente durante as brincadeiras. O brincar na infância é algo fundamental (como já vimos nos textos anteriores), é a forma como a criança explora o mundo e se relaciona com as pessoas. Sente-se no chão, faça momentos de “lambança” e pura diversão, eles adoram! Permita-se ter este contato com seu filho. Quando você brinca com ele e dá atenção a isto, você entra no mundo dele e faz com que a criança se sinta muito importante pra você.
  • Leve-o também para o seu mundo! Peça sua ajuda dentro das possibilidades da criança. Fazer um bolo, um doce, secar a louça, lavar o quintal ou o carro, consertar um brinquedo…
  • Não subestime seus sentimentos, ouça e acolha! Não faça pouco caso de uma situação, não pense que a criança está dando muita importância a algo pequeno, pode ser pequeno para os pais enquanto adultos, mas para ele não é. Mostre a ele que são sentimentos e emoções que você também já teve e que ele não está sozinho. Assim você mostra o quanto ele pode confiar em você e se sentir seguro. Ele saberá que pode contar com alguém nos momentos difíceis.
  • Pergunte ao seu filho como foi o seu dia e conte também momentos do seu. Dessa forma ele pode se expressar livremente e aprender a ouvir.
  • Cuidado com as reações quando seu filho contar algo que você não goste. Algo que ele tenha feito e que você não considera correto. A criança está aprendendo a lidar com o mundo e cabe aos pais ensinar e colocar os limites, porém cuidado com a forma como chama a atenção, autoritarismo e agressividade não combinam com confiança.

 

Detalhes essenciais que são como sementes que, quando plantadas e regadas com carinho, limites e cuidados florescem e temos frutos maravilhosos!