a criança reflete o que vive

A criança que se sente valorizada, amada e cuidada com limites bem definidos, fica mais feliz e mais forte para lidar com as dificuldades e frustrações, aprende a cuidar e respeitar do que é seu e o que é do outro, aprende benevolência e empatia. Desenvolve auto confiança e auto estima saudável.

Ajudar nossos filhos nesse caminho, é presenteá-los com valiosas preciosidades que os fortalecem para, futuramente, lidar com os grandes desafios da vida.

E, no momento presente, podemos ver os reflexos no dia a dia, na forma como aprendem a lidar com as perdas, nos relacionamentos sociais, nas  brincadeiras, nos medos, nas conquistas…

Quando a criança sente que conquistou a coragem de passar por uma determinada dificuldade ela adquire uma força interior que o possibilita atuar no mundo de forma mais segura e confiante, além de confiar no mundo que está ao seu redor.

Acredito que como pais, todos nós nos esforçamos para que isso aconteça e, por isso, achei importante destacar, relembrar e reforçar algumas atitudes que, podemos até julgar como simples, mas, na correria do dia a dia acabamos entrando no movimento automático e esquecendo de coisas tão essenciais.

Coloquei este post na categoria família, pois, é fundamental que todos que convivam com esta criança reflitam sobre isso, e tenha sempre em seus corações que a criança reflete aquilo o que vive!

  • Mesmo que seja um tempo curto, dedique-se por inteiro ao seu filho. Olhe nos olhos dele, esteja por inteiro principalmente nas brincadeiras. O brincar infantil é algo fundamental na vida de uma criança, é a forma como ele explora o mundo e se relaciona com as pessoas. Sente-se no chão, faça momentos de “lambança”, eles adoram! Permita-se este contato com seu filho. Quando você brinca com ele e dá atenção a isto, você adentra no mundo dele e faz com que ele sinta-se muito importante pra vc.
  • Leve-o também para o seu mundo! Peça sua ajuda para aquilo que vc veja que ele consegue fazer, ajudar a fazer um bolo, um doce, secar a louça, lavar o quintal ou o carro, consertar um brinquedo, etc…
  • Não subestime seus sentimentos, ouça e acolha! Não ache que é frescura e que ele está dando muita importância a algo pequeno, pode ser pequeno para os pais enquanto adultos, mas, pra ele não é. Mostre a ele que são sentimentos e emoções que vocês também já sentiram e que ele não está sozinho. Assim você mostra o quanto ele pode confiar em você e se sentir seguro. Ele saberá que pode contar com alguém nos momentos difíceis.
  • Pergunte a ele como foi o seu dia e conte também momentos do seu. Dessa forma ele pode se expressar livremente e aprende a ouvir.
  • Cuidado com as reações quando seu filho conta algo que vc não gostou que ele fizesse, a criança está aprendendo a lidar com o mundo e cabe aos pais ensinar e colocar os limites, porém, cuidado com a forma como chama a atenção, autoritarismo e agressividade não combinam com confiança.

SORRIR, TER PACIÊNCIA E, PRINCIPALMENTE, OUVIR NOSSOS FILHOS, TRAZ SEGURANÇA E ACONCHEGO, ENSINANDO-OS A CONFIAR NO MUNDO.

Podemos incluir muitos tópicos, gostaria que vocês pudessem acrescentar o que poderíamos complementar nesta nossa lista! Vamos fazer essa troca?